9.4 C
Ponta Grossa
sábado, maio 25, 2024
Reprodução

PC conclui inquérito sobre morte após discussão por imposto sindical

Discussão por imposto sindical resulta em morte e autor é indiciado por lesão corporal seguida de morte, conclui Polícia Civil

Ponta Grossa
céu limpo
8.7 ° C
8.7 °
8.7 °
95 %
2.3kmh
0 %
sáb
16 °
dom
13 °
seg
14 °
ter
15 °
qua
14 °
Escrito por
Com informações dePCPR

A Polícia Civil do Paraná (PCPR), por meio da Delegacia de Irati, concluiu na última sexta-feira (22) o inquérito policial que investigava a morte de Julio Cesar Vink, ocorrida após uma discussão por conta do imposto sindical.

De acordo com as informações apuradas, tanto o autor quanto a vítima estavam em um estabelecimento comercial quando o desentendimento teve início. Durante a discussão, o autor teria feito comentários depreciativos sobre sindicalistas, o que foi rebatido pela vítima, que afirmou que sua esposa trabalhava em um sindicato e não era uma “ladra”.

Continue lendo depois da publicidade:

Em determinado momento, o autor empurrou a vítima, que acabou caindo e batendo a cabeça no chão. Em decorrência do impacto, a vítima foi internada na unidade de terapia intensiva e, após uma semana, veio a falecer em consequência de um traumatismo craniano.

Com base nas provas e depoimentos colhidos, o autor foi indiciado pelo crime de lesão corporal seguida de morte. A investigação concluiu que o autor não tinha a intenção de matar a vítima, mas assumiu o risco de causar a lesão que resultou na fatalidade.

Leia também:

O crime de lesão corporal seguida de morte possui uma pena que varia de 4 a 12 anos de reclusão, e não será julgado pelo Tribunal do Júri, uma vez que não se trata de um crime doloso contra a vida. O autor, de 46 anos, e a vítima, de 63, eram conhecidos e não possuíam outras desavenças além do ocorrido.

- Anúncio -

MAIS LIDAS NO JC

Aproveite para ler!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Direitos Autorais

.