19.3 C
Ponta Grossa
quarta-feira, fevereiro 28, 2024
Divulgação

Suspeitos envolvidos em roubo de PIX no ‘Órfãs’ são identificados

Ponta Grossa
nublado
19.8 ° C
19.8 °
19.8 °
97 %
1.6kmh
97 %
qui
29 °
sex
27 °
sáb
28 °
dom
31 °
seg
18 °
Escrito por
Com informações deBoletim da PM e PCPR

Na última segunda-feira (14), uma residência localizada na Rua Admar Horn, no bairro Órfãs em PG, foi alvo de um roubo. De acordo com informações do boletim da PM, uma mulher foi rendida por quatro homens armados, que chegaram em um veículo Gol de cor clara. O marido da vítima, que já estava dentro da residência, também foi rendido e envolvido no roubo.

As vítimas foram amarradas e, sob ameaças, foram obrigadas a realizar diversas transações via PIX. Além disso, os criminosos roubaram diversos eletrônicos, dinheiro, joias e roupas. Após cometerem o crime, os suspeitos fugiram do local levando o veículo das vítimas. O destino dos criminosos ainda é desconhecido, mas segundo informações exclusivas obtidas pelo JC, alguns suspeitos já foram identificados.

Continue lendo depois da publicidade:

Caso segue em investigação

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está investigando o caso e realizando oitivas com o objetivo de esclarecer os fatos. Segundo informações obtidas com exclusividade pelo Jornal Colabore junto a PCPR, alguns suspeitos de participarem da ação criminosa já foram identificados.

Roubo de PIX em PG: como recuperar dinheiro?

Infelizmente, casos de golpes envolvendo o sistema de pagamentos instantâneos PIX têm se tornado cada vez mais comuns. A praticidade e agilidade oferecidas por essa modalidade de transferência têm atraído tanto usuários legítimos quanto golpistas. Se você foi vítima de um golpe do PIX e perdeu dinheiro, é importante agir rapidamente para tentar recuperar seus recursos.

A primeira medida a ser tomada é registrar um boletim de ocorrência na delegacia mais próxima. Essa ação é fundamental para documentar o crime e iniciar uma investigação. Procure fornecer o máximo de informações possíveis sobre a transação fraudulenta, como o valor transferido, os dados do golpista (caso disponíveis) e quaisquer outras evidências que possam ajudar na apuração do caso.

Além disso, entre em contato imediatamente com o seu banco ou instituição financeira para informar sobre o golpe e solicitar o bloqueio da transação. É importante agir o mais rápido possível, pois algumas instituições possuem prazos para contestação de transações fraudulentas.

Leia também:

Também é recomendável entrar em contato com a plataforma de pagamento utilizada para realizar a transferência. Explique a situação e forneça todas as informações necessárias para que eles possam verificar o ocorrido e tomar as medidas cabíveis. Algumas plataformas possuem políticas de reembolso em casos de golpes, portanto, é importante buscar essa possibilidade.

- Anúncio -

MAIS LIDAS NO JC

Aproveite para ler!

Inscrever-se
Me notifique
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja os comentários
Direitos Autorais

.