19.8 C
Ponta Grossa
sábado, março 2, 2024

Caso Rômulo: júri popular decide condenação de casal em PG

Ponta Grossa
nuvens dispersas
22.7 ° C
22.7 °
22.7 °
62 %
1.7kmh
27 %
dom
31 °
seg
31 °
ter
20 °
qua
21 °
qui
18 °
Escrito por

Caso Rômulo em PG – O padrasto e a mãe de um jovem autista foram condenados à prisão nesta terça-feira (14) pelo Tribunal de Justiça do Paraná. O casal foi acusado de matar o jovem Rômulo Luiz Fernandes Borges, de 19 anos, em fevereiro.

A investigação da Polícia Civil apontou que o casal mantinha o jovem em cárcere privado e o torturava. O jovem era espancado, amarrado e amordaçado, segundo destacou a justiça. Ele também era privado de alimentos e água.

Continue lendo depois da publicidade:

Leia também:

O casal foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná e condenado pelo Tribunal do Júri. O padrasto, Samuel de Jesus da Silva, foi condenado por homicídio duplamente qualificado, tortura e cárcere privado e tem pena de 23 anos. A mãe, Renata Fernanda Quadros Borges, foi condenada por tortura e cárcere privado, respondendo em liberdade a pena de três anos.

O casal vai cumprir a pena em regime fechado pelo Caso Rômulo em PG

O caso chocou a cidade de Ponta Grossa e chamou atenção para a violência contra pessoas com deficiência. Tanto que a política de Ponta Grossa já se articulou para aprovar novas leis de proteção para pessoas deficientes.

- Anúncio -

MAIS LIDAS NO JC

Aproveite para ler!

Inscrever-se
Me notifique
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja os comentários
Direitos Autorais

.