11.2 C
Ponta Grossa
segunda-feira, julho 22, 2024

Professora é acusada de racismo em escola da região: “carinha de mico”

A equipe do Jornal Colabore ainda tenta contato com o colégio onde tudo foi registrado

Ponta Grossa
céu pouco nublado
10.1 ° C
10.1 °
10.1 °
67 %
1kmh
12 %
seg
22 °
ter
23 °
qua
24 °
qui
25 °
sex
18 °

Colunas

Escrito por

A União Paranaense do Estudantes emitiu uma nota na noite de ontem (23) denunciando um caso de racismo registrado em um colégio estadual da capital do estado. Em áudio obtido pela equipe do JC, a professora foi gravada falando para o aluno negro que ele estava “fazendo cara de mico, de macaquinho.”

Publicação feita nas redes sociais da UPES

Em nota, a UPES prestou apoio ao aluno e afirmou que “o racismo nas escolas é uma realidade que afeta muitas crianças e adolescentes”. Diante da situação, a equipe do Jornal Colabore tentou contato com o Núcleo Regional de Educação de Curitiba, mas não obteve retorno até o fechamento do texto.

Continue lendo depois da publicidade:

Tudo registrado por Câmeras

As falas da funcionária foram registradas por alunos, que acompanharam todos os acontecimentos. “A cara que você fez para mim, cara de mico para mim! Cara de macaco. Que respeito que você tem por mim?”, declarou a professora em áudio divulgado nas redes sociais. Diante da situação, o estudante questionou a professora: “eu estou com cara de macaco? Eu não sou macaco.”

Leia também:

No vídeo, também obtido pela equipe de jornalismo do JC, o bate-boca começa ainda na sala de aula e segue na sala da direção do colégio. Logo após a troca de palavras, o que parece ser a diretora da escola aparece e pede para o aluno parar de falar, logo após ele afirmar “não sou macaco.”

Ainda tentamos contato com a escola onde todo o caso ocorreu.
- Anúncio -

MAIS LIDAS NO JC

Pode chamar sua atenção! leia:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Direitos Autorais

.