22.1 C
Ponta Grossa
quinta-feira, fevereiro 22, 2024
Reprodução

População de rua em PG mais que dobrou em 2 anos

Dados que o número mais que dobrou desde 2021, chegando a 570 pessoas em 2023, em comparação com as 255 registradas anteriormente

Ponta Grossa
nuvens quebradas
18.2 ° C
18.2 °
18.2 °
91 %
2.5kmh
67 %
qui
25 °
sex
26 °
sáb
29 °
dom
28 °
seg
27 °
Escrito por

O Observatório Nacional dos Direitos Humanos divulgou um novo levantamento sobre o número de pessoas em situação de rua em todo o Paraná. De acordo com os dados, em Ponta Grossa, esse número mais que dobrou desde 2021, chegando a 570 pessoas em 2023, em comparação com as 255 registradas em 2021.

Segundo o levantamento, o principal motivo que levou essas pessoas a deixarem suas casas está relacionado a problemas familiares. Em segundo lugar, estão questões relacionadas ao consumo de álcool ou drogas, e em terceiro lugar, o desemprego. É preocupante que 221 dessas pessoas afirmaram não ter nenhum contato com suas famílias desde que se encontram nessa situação.

Continue lendo depois da publicidade:

Perfil em Ponta Grossa

De acordo com dados do Cadastro Único, é possível observar que há uma disparidade significativa entre o número de homens (90%) e mulheres (9,9%) em situação de rua em Ponta Grossa. No entanto, a faixa etária predominante entre os indivíduos em situação de rua varia entre 30 e 50 anos.

Quanto à distribuição racial/cor, os dados indicam que há 49 negros, 170 pardos e 359 brancos em situação de rua na cidade. Essa informação nos permite ter uma compreensão mais completa da diversidade presente nesse contexto.

Outro dado relevante é que quase metade da população em situação de rua em Ponta Grossa é composta por pessoas que migraram de outros municípios. Dos indivíduos contabilizados, 297 são naturais de Ponta Grossa, enquanto 4 são provenientes de outros países.

Leia também: Governo divulga novas medidas para ajudar moradores de rua

Quando analisamos a escolaridade dessas pessoas, constatamos que 549 delas afirmaram ter desistido de estudar, enquanto 16 nunca tiveram a oportunidade de frequentar uma escola. Por outro lado, é importante ressaltar que 5 indivíduos em situação de rua ainda continuam estudando, demonstrando uma busca pela educação mesmo diante das adversidades.

Situação agrava em todo o país

Vale ressaltar que a situação não se limita apenas a Ponta Grossa. De acordo com um levantamento realizado em 2015, havia 1.215 municípios com pessoas em situação de rua em todo o país. Esse número aumentou para 2.354 em 2023, o que representa quase 50% dos municípios brasileiros.

Denúncia

O Disque 100, vinculado à Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, funciona 24 horas por dia, sete dias da semana e registra denúncias de violações, além de disseminar informações e orientações sobre a política de direitos humanos. Denúncias também podem ser feitas por meio do WhatsApp (61) 99611-0100, de videochamada em Língua Brasileira de Sinais (Libras) e pela Ouvidoria. 

- Anúncio -

MAIS LIDAS NO JC

Aproveite para ler!

Inscrever-se
Me notifique
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja os comentários
Direitos Autorais

.