19.8 C
Ponta Grossa
sábado, março 2, 2024

Especialista explica como funciona o “novo golpe do PIX”

Ponta Grossa
nuvens dispersas
22.7 ° C
22.7 °
22.7 °
62 %
1.7kmh
27 %
dom
31 °
seg
31 °
ter
20 °
qua
21 °
qui
18 °
Escrito por

Na era digital, os golpes e fraudes têm se multiplicado em uma velocidade alarmante. A cada semana, surgem novas modalidades de crime, evidenciando a criatividade e sofisticação dos criminosos. Dentre essas práticas fraudulentas, um golpe recente tem chamado a atenção pela sua capacidade de causar danos significativos à população: o novo golpe do Pix.

Diferente das fraudes anteriores, o golpe do Pix utiliza uma abordagem mais sofisticada e representa uma ameaça considerável para a segurança financeira dos usuários. De acordo com Francisco Gomes Junior, advogado especialista em direito digital e presidente da Associação de Defesa de Dados Pessoais e Consumidor (ADDP), essa nova modalidade de crime consiste na instalação de um vírus no celular da vítima, permitindo o acesso remoto à conta bancária e assumindo o controle dos comandos do smartphone.

Continue lendo depois da publicidade:

Esse golpe foi detectado há cerca de oito meses, mas já causou prejuízos significativos, sendo atualmente a segunda fraude mais registrada no Brasil em 2023. Os criminosos infectam o celular da vítima por meio de falsas notificações e aplicativos falsos. Uma técnica que tem sido recorrente é o envio de um aviso informando a necessidade de atualizar o WhatsApp para uma nova versão. Ao clicar no comando para atualizar, um malware é instalado no dispositivo, permitindo que os criminosos tenham acesso a informações pessoais, como geolocalização e dados bancários.

O software espião consegue, então, monitorar o acesso às contas bancárias, atuando no aplicativo bancário desde o momento anterior à solicitação da senha. Com o acesso remoto, os golpistas podem alterar destinatários em operações bancárias ou realizar uma única transação Pix, esvaziando o saldo da conta da vítima.

Segundo o especialista, o golpe é automatizado, o que significa que os criminosos conseguem praticá-lo em larga escala. Não se trata mais de uma fraude realizada manualmente em contas individuais, mas sim de um avanço significativo nas técnicas de golpes digitais.

A forma mais eficaz de se prevenir contra esse novo golpe é redobrar a atenção ao utilizar o celular. É fundamental não clicar automaticamente em mensagens de atualização ou permissões de acessibilidade. É importante desconfiar de todas as mensagens recebidas e analisá-las com critério e cuidado.

O presidente da ADDP reforça que a atualização de aplicativos deve ser feita apenas pelas lojas oficiais, sem clicar em links suspeitos. Além disso, é essencial manter o sistema operacional do celular sempre atualizado, instalar um antivírus confiável e bloquear mensagens suspeitas. É recomendado também monitorar regularmente as movimentações bancárias.

Leia também:

Diante desse cenário de constante evolução dos golpes digitais, é fundamental que os usuários estejam cada vez mais atentos e informados sobre as práticas de segurança digital. A conscientização e adoção de medidas preventivas podem ajudar a evitar prejuízos financeiros e proteger a privacidade dos indivíduos.

- Anúncio -

MAIS LIDAS NO JC

Aproveite para ler!

Inscrever-se
Me notifique
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja os comentários
Direitos Autorais

.