19.2 C
Ponta Grossa
quarta-feira, fevereiro 28, 2024

Brasil toma providências após boneco de Vini JR ser enforcado na Espanha

O caso segue sendo investigado como racismo

Ponta Grossa
nublado
19.8 ° C
19.8 °
19.8 °
97 %
1.6kmh
97 %
qui
29 °
sex
27 °
sáb
28 °
dom
31 °
seg
18 °
Escrito por

O Governo Federal, através do Itamaraty, deve enviar um ofício à Espanha solicitando investigações sobre o caso de racismo sofrido por Vinícius Jr., em Madrid, na última quinta-feira (26). Na ocasião, um boneco negro com a camisa do jogador foi pendurado em uma ponte da cidade com uma corda no pescoço.

O boneco foi preso em uma ponte próximo ao estádio | Imagem: Reprodução / Redes Sociais

A Comissão Estatal contra a Violência, o Racismo, a Xenofobia e a Intolerância no Esporte da Espanha anunciaram, nesta segunda-feira, que aplicará punições a torcedores do Valladolid que proferiram insultos racistas contra Vinicius Junior.

Continue lendo depois da publicidade:

Segundo comunicado do Conselho Superior de Esportes (CSD, na sigla em espanhol), órgão do qual a comissão é dependente, a polícia está recolhendo dados para poder “propor punições, que por sua gravidade terão associadas multas de 4 mil euros (R$ 22,2 mil) e a proibição de acesso a recintos esportivos por um período de um ano para cada um dos identificados”.

Javier criticou Vini jr.

Após os ataques sofridos contra o Valladolid, Vinicius Jr. fez um desabafo nas redes sociais e cobrou reação de LaLiga. O presidente da entidade, Javier Tebas, respondeu em tom ríspido e disse que o brasileiro “deveria se informar melhor”, ao citar as denúncias feitas pela liga. Presidente do Valladolid, Ronaldo Fenômeno, se limitou a condenar a postura de sua torcida.

- Anúncio -

MAIS LIDAS NO JC

Aproveite para ler!

Inscrever-se
Me notifique
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja os comentários
Direitos Autorais

.