18 C
Ponta Grossa
domingo, março 3, 2024

UEPG terá nova paralisação das atividades

Além da paralisação, os professores devem fazer outras manifestações

Ponta Grossa
nuvens dispersas
19.2 ° C
19.2 °
19.2 °
82 %
1.4kmh
46 %
dom
31 °
seg
31 °
ter
22 °
qua
22 °
qui
18 °
Escrito por
Com informações deSINDUEPG

Em assembleia realizada na tarde desta quarta-feira (16) os professores da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) aprovaram, por unanimidade, a realização de um dia de paralisação das atividades docentes na próxima semana. O ato está marcado para ocorrer na próxima terça-feira (22) e contará com diversas ações, como painéis temáticos e diálogos com a categoria. A mobilização em Ponta Grossa está em consonância com as demais seções sindicais do Paraná, conforme destacou a nota.

Além da paralisação na UEPG, o Sindicato dos Docentes (SINDUEPG) também participará de um ato coletivo em Curitiba, juntamente com representantes das outras seis universidades estaduais. Durante essa semana e até a data da paralisação, materiais informativos serão distribuídos com o objetivo de conscientizar os professores sobre a situação do Plano de Carreira e convidá-los a participar da paralisação.

Continue lendo depois da publicidade:

O diretor do Sinduepg, professor Marcelo Bronosky, destaca que o movimento servirá como um alerta sobre o futuro da carreira docente no Paraná. Segundo ele, o Plano de Carreira é fundamental para reduzir as perdas inflacionárias em relação à data-base e é importante que todos os professores e professoras se unam na luta pela aprovação do Plano.

Sindicato paralisou a greve após quase um mês de mobilização

Após quase um mês de greve reivindicando o aumento de 42% no salário, as universidades estaduais do Paraná retornaram as aulas ainda em junho. A decisão foi tomada pelo Sindicato dos Docentes (SINDUEPG), que representa os professores da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), juntamente com as universidades de Maringá (UEM), Cascavel (Unioeste) e Guarapuava (Unicentro).

Leia também:

Em Ponta Grossa, o SINDUEPG decidiu paralisar a greve enquanto o governo encaminha atualizações do plano de carreira dos docentes, que o representante da categoria afirma estar atrasado. Alguns dos docentes que estavam em greve ainda tinham a expectativa de que a universidade suspendesse o calendário acadêmico durante o período de greve, o que não aconteceu.

- Anúncio -

MAIS LIDAS NO JC

Aproveite para ler!

2 COMMENTS

Inscrever-se
Me notifique
guest
2 Comentários
ültimas
Newest Mais gostados
Inline Feedbacks
Veja os comentários
Tobias Franco
Tobias Franco
6 meses atrás

Mas de novo isso? Eles tinham uma greve e perderam o poder para conseguir manter, hoje querem só fazer bagunça

Anônimo
Anônimo
Responder a  Tobias Franco
6 meses atrás

Você nem sabe o que está falando! Vá estudar sobre movimentos sindicais e sobre a situação atual, diante do governo do Ratinho Jr. É tanta falta de conhecimento que chega a impressionar

Direitos Autorais

.