24.7 C
Ponta Grossa
terça-feira, maio 21, 2024

Conheça os 11 candidatos à presidência nas eleições de 2022

Corrida ao Palácio do Planalto deverá ser concorrida

Ponta Grossa
céu pouco nublado
25.2 ° C
25.2 °
25.2 °
53 %
2.9kmh
12 %
ter
23 °
qua
25 °
qui
25 °
sex
19 °
sáb
13 °
Escrito por

Nesta segunda-feira (15) terminou o prazo para o registro de candidaturas no site do TSE para quem quiser concorrer ao pleito de 2022 em quaisquer um dos cargos. O Jornal Colabore lista os 11 nomes que se inscreveram para concorrer à cadeira de presidente da República, mandato que se inicia em 2023 até 2027:

Jair Bolsonaro (PL):

Continue lendo depois da publicidade:
Imagem: Reprodução / Agência Brasil

Vice: General Braga Netto (PL)

Coligação: Pelo Bem do Brasil (PL, PP, Republicanos)

Atual presidente, busca a reeleição ao cargo. O capitão reformado do Exército nascido em Glicério, interior de São Paulo, já foi deputado por 7 vezes pelo RJ. Seu governo foi marcado por diversas críticas ao combate da pandemia e pela alta de preços em diversos itens. Tenta se destacar com obras de infraestrutura realizadas em seu governo, a redução do ICMS em alguns produtos e a criação do Auxílio Brasil.

Luiz Inácio Lula da Silva (PT):

Imagem: Reprodução / Agência Brasil

Vice: Geraldo Alckmin (PSB)

Coligação: Brasil da Esperança (PT, PSB, PCdoB, Rede, PV, PSOL, Agir36, Avante, Solidariedade)

Presidente entre 2003 a 2011, busca o seu 3° mandato. Se mudou de Garanhus (PE) para São Bernardo do Campo (SP), onde foi torneiro mecânico e sindicalista no ABC Paulista. Seu governo foi marcado por programas de desenvolvimento social, crescimento da economia e escândalos de corrupção. Foi preso em 2018, mas livre da condenação por imparcialidade no julgamento.

Ciro Gomes (PDT)

Imagem: Reprodução / Agência Brasil

Vice: Ana Paula Matos (PDT)

Coligação: PDT

Nascido em SP, Ciro se criou em Sobral, no Ceará, onde foi deputado federal, prefeito de Fortaleza e governador entre 1991 e 94. Foi um dos criadores do Plano Real. Disputa a sua quinta eleição presidencial, todas sem sucesso até então.

Simone Tebet (MDB)

Imagem: Reprodução / Agência Brasil

Vice: Mara Gabrilli (PSDB)

Coligação: Brasil Para Todos (MDB, PSDB, Cidadania, Podemos)

Senadora pelo Mato Grosso do Sul, teve destaque na CPI da Covid. É professora e advogada. Foi prefeita de Três Lagoas, sua cidade-natal, por duas vezes e vice-governadora do estado. Embora oficializada, alguns “caciques” do MDB tentaram impedir sua candidatura.

Luiz Felipe D’Ávila (Novo)

Imagem: Reprodução / Agência Brasil

Vice: Tiago Mitraud (Novo)

Coligação: Novo

O paulistano é cientista político, publicitário e escritor. Luiz Felipe D’Ávila é novato na política, sendo sua primeira participação em eleições presidenciais. Também possui uma editora própria, onde publicava livros e revistas de política e economia. Foi diretor-executivo da Revista Abril entre 2002 à 2006.

Soraya Thronicke (União Brasil)

Imagem: Reprodução / Agência Brasil

Vice: Marcos Cintra (UB)

Coligação: União Brasil

Natural de Dourados, é advogada e também senadora pelo MS, substituiu Luciano Bivar na candidatura do União Brasil (UNIÃO). Sua família possui uma rede de motéis, mas Soraya ganhou fama como ativista de direita nas manifestações de 2013, tendo sido apoiadora de Bolsonaro em 2018.

Constituinte Eymael (DC)

Imagem: Reprodução / Agência Brasil

Vice: João Bravo (DC)

Coligação: DC

Famoso pelo jingle “Ey, Ey, Eymael“, o advogado porto-alegrense, intitulado como “democrata cristão”, foi deputado constituinte em 1988 por São Paulo e disputa sua sexta eleição para o cargo de presidente do Brasil, todas sem ter conseguido 1% dos votos válidos.

Vera Lúcia (PSTU)

Vera Lúcia

Vice: Raquel Tremembé (PSTU)

Coligação: PSTU

Única mulher negra e militante do movimento sindicalista, Vera Lúcia é pernambucana e formada em ciências sociais pela UFSE. Disputou cargos em eleições em Alagoas e na cidade de São Paulo, sem sucesso. Concorre a cadeira presidencial pela 2° vez, tendo a “rebelião socialista” como bandeira.

Sofia Manzano (PCB)

Imagem: Reprodução / Divulgação

Vice: Antonio Alves (PCB)

Coligação: PCB

A também paulistana é militante comunista, professora e economista graduada pela PUC-SP. Ingressou no Partido Comunista Brasileiro após o fim da Ditadura Militar e se candidata pela segunda vez (a primeira sendo vice de Mauro Iasi em 2014). Sua principal proposta é a jornada de trabalho de 4 horas por dia.

Leonardo Péricles (UP)

Imagem: Reprodução / Agência Brasil

Vice: Samara Martins (UP)

Coligação: UP

Recém-criado, o Unidade Popular – UP – oficializou o técnico de mecatrônica, morador da periferia de Belo Horizonte e ativista de movimentos sociais como o MST e MTST como candidato a presidente. Péricles é o único negro a participar do pleito.

Roberto Jefferson (PTB)

Imagem: Reprodução / Agência Brasil

Vice: Padre Kelmon Luís (PTB)

Coligação: PTB

Ex-deputado federal pelo Rio de Janeiro cassado por corrupção em 2002, Roberto Jefferson atualmente está em prisão domiciliar por ameaças ao STF e ataques à democracia. É investigado no inquérito das fake news. Pode ter sua candidatura indeferida.

Obs: O PROS registrou o coach Pablo Marçal à vaga de presidente, mas um conflito interno no partido optou por destituir sua candidatura e apoiar a de Lula (PT). O candidato ainda tenta recorrer na Justiça para ter seu registro válido.

O Jornal Colabore é independente e nunca recebeu dinheiro diretamente de partidos políticos ou mesmo pessoas ligadas a política. Permanecemos com nosso compromisso diante do fato.

- Anúncio -

MAIS LIDAS NO JC

Aproveite para ler!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Direitos Autorais

.