22.1 C
Ponta Grossa
quinta-feira, fevereiro 22, 2024

Prefeitura elabora Plano Municipal de Arborização

O processo contempla um inventário das árvores da cidade, um diagnóstico das áreas que precisam de adensamento, e as ações e metas de plantio

Ponta Grossa
nuvens quebradas
22.9 ° C
22.9 °
22.9 °
73 %
2.2kmh
56 %
qui
24 °
sex
26 °
sáb
30 °
dom
26 °
seg
26 °
Escrito por

Com o objetivo de adensar a arborização do município de Ponta Grossa de forma planejada e responsável, a Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria de Meio Ambiente (SMMA), em parceria com o Programa de Pós Graduação em Geografia (PPGGeo) da UEPG e o Departamento de Engenharia Florestal da Unicentro, deu início esta semana ao levantamento de informações para elaboração do Plano Municipal de Arborização. Através deste estudo, será realizado um inventário identificando quais são as árvores hoje plantadas em vias públicas, um diagnóstico de quais áreas e regiões mais precisam de adensamento, e um plano de ação, definindo as metas e locais de plantios para os próximos anos.

“É preciso ampliar a arborização da nossa cidade, mas esse plantio precisa ser feito de forma responsável. Não podemos plantar qualquer tipo de árvore em qualquer local. É preciso considerar questões como a largura das calçadas, as características de cada espécie e quais regiões da cidade mais precisam de novos plantios. Com esse estudo, teremos um plano de ação para adensamento arbóreo responsável, indicando quais tipos de árvores devem ser plantadas em quais locais, evitando situações como a que enfrentamos hoje, com raízes de árvores danificando calçadas ou cortes devido ao risco por proximidade com fios de energia elétrica”, detalha o secretário de Meio Ambiente, André Pitela.

Continue lendo depois da publicidade:

Hoje, segundo estimativa do PPGGeo – UEPG, 60% das árvores plantadas em vias públicas da cidade são exóticas, como a Extremosa e Ligustro, sendo esta última uma espécie exótica invasora.

Processo

Este trabalho de elaboração do Plano Municipal de Arborização deve durar cerca de um ano e meio, dividido entre 1. inventário; 2. diagnóstico; e 3. plano de ação. O trabalho de campo para o inventário foi iniciado esta semana, com as equipes saindo a campo para mapear todas as árvores em vias públicas da cidade, identificando por tipo, espécie e características, como altura e largura, distância das vias públicas e do passeio. Esta primeira etapa está sendo realizada pela equipe da SMMA, com coordenação técnica dos departamentos parceiros.

Na sequência, será realizado o diagnóstico, identificando quais áreas da cidade estão mais carentes de arborização e podem receber novos plantios. Por último, será elaborado o plano de ação, estabelecendo metas de plantio, com a definição de quais locais e espécies serão plantadas nos próximos anos.

“Temos também um compromisso com o meio ambiente, para tornar nossa cidade mais verde, bonita e sustentável. A arborização é uma ação que tem resultado a longo prazo, então o quanto antes definirmos nossas metas e dermos início a este plantio e adensamento planejado, antes alcançaremos esse objetivo. Queremos que a arborização em Ponta Grossa retrate a grande variedade de árvores da nossa flora, sempre respeitando as características de cada local”, pontua a prefeita, Elizabeth Schmidt.

Cenário

Através de um georreferenciamento por imagens de satélite de 2013, o PPGGeo identificou 29 mil árvores em vias públicas na cidade. Pela extensão territorial, a estimativa é que este número poderia ser superior a 60 mil, mas este levantamento não considera as características de cada via, como a largura das calçadas, por exemplo.
 
“Com este novo estudo, poderemos ter um registro mais preciso da real situação da arborização em Ponta Grossa. Considerando apenas a extensão territorial, poderíamos ter mais de 60 mil árvores plantadas na cidade, mas considerando a largura das calçadas, este número pode ser muito menor, na realidade. O plantio planejado pelo Plano de Arborização terá um importante resultado a longo prazo. As árvores são importantes não apenas esteticamente, mas também para proporcionar sombra, controle climático, colaborar com a captação de água da chuva e ponto de alimentação e habitat para diversos animais”, explica a professora do PPGGeo, Silvia Meri Carvalho. 

Paisagismo


Até a conclusão deste trabalho, o Departamento de Paisagismo da Secretaria de Meio Ambiente continuará com o trabalho previsto, realizando o plantio de árvores, flores e arbustos em áreas públicas da cidade, como parques e praças, sempre considerando as características de cada espécies e as características dos locais de plantio. Somente em 2021, o departamento já realizou o plantio de mais de quatro mil árvores em áreas da cidade, como o Parque de Olarias, e também manejo de árvores condenadas, na Praça Barão do Rio Branco e Avenida Visconde de Taunay, por exemplo.Arborização responsável

O plantio responsável de árvores é um compromisso de todos. O cidadão que tiver interesse em plantar uma árvore em sua propriedade ou em área pública próxima de sua residência, deve entrar em contato com a equipe técnica da Secretaria de Meio Ambiente para orientações sobre as espécies indicadas conforme as condições de espaço no local. O plantio em passeios públicos, ainda que área particular do imóvel, é preciso ser autorizado pela Prefeitura, através de protocolo de solicitação. A intenção é justamente evitar o plantio de árvores que possam crescer e danificar calçadas ou chegar até os fios dos postes de energia em alguns anos.

- Anúncio -

MAIS LIDAS NO JC

Aproveite para ler!

Inscrever-se
Me notifique
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja os comentários
Direitos Autorais

.