25.3 C
Ponta Grossa
sábado, março 2, 2024

Professores têm dificuldades com os equipamentos no ensino híbrido

Ponta Grossa
nuvens dispersas
22.7 ° C
22.7 °
22.7 °
62 %
1.7kmh
27 %
dom
31 °
seg
31 °
ter
20 °
qua
21 °
qui
18 °
Escrito por

Equipamentos fornecidos pelo governo do estado não suportam o ensino híbrido. Travamentos e velocidade reduzida de internet causam dificuldades para os educadores realizarem atividades com parte dos alunos de forma presencial, e parte a distância.

Um aluno do 3º ano do ensino médio, que não quis ser identificado por medo de represálias na escola em que estuda, relatou que por diversas vezes perdeu aulas inteiras porque os computadores ou a internet não suportaram as necessidades dos estudantes e educadores. “Os professores estão fazendo o máximo para dar aula, mas às vezes os equipamentos não ajudam”, esclarece. O estudante ainda conta que ao abrir duas páginas, o notebook trava, o que dificulta o ensino e aprendizagem.

Continue lendo depois da publicidade:

Entenda

A maior parte dos computadores utilizados pelos professores foram reaproveitados das salas de informática das escolas. Alguns profissionais chegam a utilizar ferramentas pessoais para realizar as funções, o que não é recomendado pela APP Sindicato, representante da categoria de educação. O presidente do Núcleo Sindical da APP em Ponta Grossa, professor Tércio Alves do Nascimento, esclarece que a responsabilidade de fornecer equipamentos é do estado, e defende que seja garantido o processo de ensino e aprendizagem.

A professora, que também não quis se identificar, contou que a internet não vai conseguir aguentar a volta às aulas presenciais. “Já trava com 5 alunos, imagine com mais”, relata. O presidente, Tércio, também esclarece que o ensino híbrido não é bom, mas é a única alternativa para que todos os alunos tenham acesso ao ensino.

Biossegurança

Com o ensino híbrido, a Secretária Estadual de Educação (SEED) estabeleceu uma comissão de biossegurança em cada escola. A comissão não é formada por profissionais da saúde, mas por profissionais da educação que passaram por uma preparação realizada pela própria SEED. Tércio ainda diz que a comissão não é o suficiente para manter a segurança e reduzir a disseminação da Covid-19. “É importante que tenhamos condições básicas”, afirmou.

O presidente da APP também defendeu as políticas para reduzir a propagação do vírus, como o distanciamento social e uso de máscaras, além da vacinação de toda a população. Até o fechamento desta matéria, a Secretária Estadual de Educação não havia respondido os nossos e-mails ou telefonemas.


Por Heryvelton Martins (Repórter verificado) e revisado por Lucas Ribeiro

- Anúncio -

MAIS LIDAS NO JC

Aproveite para ler!

1 COMMENT

Inscrever-se
Me notifique
guest
1 Comentário
ültimas
Newest Mais gostados
Inline Feedbacks
Veja os comentários
Jorge Augusto de Oliveira
Jorge Augusto de Oliveira
2 anos atrás

Situação realmente complicada, PARABÉNS pela matéria, aqui sempre encontro coisas diferentes para ler. Forte abraço!

Direitos Autorais

.