22.1 C
Ponta Grossa
quinta-feira, fevereiro 22, 2024
Reprodução

Prefeitura de PG alerta para esquema de vacinação em crianças

Ponta Grossa
nuvens quebradas
22.9 ° C
22.9 °
22.9 °
73 %
2.2kmh
56 %
qui
24 °
sex
26 °
sáb
30 °
dom
26 °
seg
26 °
Escrito por

Ponta Grossa segue diretrizes do Ministério da Saúde e divulga novas estratégias para imunização anticovid.

A Prefeitura de Ponta Grossa, por meio da Fundação Municipal de Saúde, reforça que está adotando a nova política do Ministério da Saúde em relação à vacinação contra a covid-19. A imunização está incluída no Calendário Básico de Vacinação Infantil. Assim, o Departamento de Imunização de Ponta Grossa informa que crianças maiores de seis meses e menores de cinco anos devem iniciar ou completar o esquema vacinal anticovid.

Continue lendo depois da publicidade:

O esquema básico de vacinação para esta faixa etária consiste atualmente em três doses da vacina anticovid, com o intervalo de 28 dias entre a primeira e segunda dose, e o intervalo de 56 dias entre a segunda e a terceira dose.

Assim, conforme o cronograma, a criança pode receber a primeira dose ao completar os seis meses de idade. A segunda dose é administrada quatro semanas depois (7 meses) e a terceira dose oito semanas depois (9 meses), completando o esquema básico contra a doença.

“Todo pai, mãe e/ou responsável por criança que não iniciou ou não completou o esquema vacinal anticovid deve procurar as salas de vacina de Ponta Grossa”, reforça a coordenadora do Departamento de Imunização, Stela Godoy.

Em PG, há 21 salas de vacina em funcionamento dentro de Unidades de Saúde, além das ações do Ônibus da Vacina, que devem ser retomadas no próximo mês, agilizando a imunização no município.

Nova estratégia

Além das crianças, a nova estratégia contra a covid-19 determina que pessoas com 60 anos ou mais, gestantes, puérperas (mães que tiveram filho há até 45 dias) e imunocomprometidos com mais de cinco anos de idade terão direito a uma dose semestral de reforço.

A dose anticovid passa a ser anual para trabalhadores da saúde; pessoas em situação de rua; moradores e funcionários de instituições de longa permanência, pessoas com comorbidades ou deficiência permanente que tenham cinco anos ou mais; entre outros. Veja abaixo a lista completa.

Além de se encaixar em um dos grupos prioritários, será preciso observar o intervalo de seis meses desde a aplicação da última dose da vacina anticovid para recebimento da dose de reforço. Já a dose anual não está condicionada à existência de esquema prévio de vacinação do paciente. De acordo com o determinado pelo Ministério da Saúde, o reforço será feito com a vacina que estiver disponível no momento para a aplicação, respeitando o recomendado da bula do imunizante.

“Nossa meta é atingir mais de 90% da população alvo com o reforço anticovid. São grupos mais vulneráveis e suscetíveis à doença. Por isso, a importância da aplicação de reforço semestral ou anual”, indica Stela Godoy. Já as pessoas que não se encaixam nos grupos prioritários não necessitam e não terão direito ao reforço semestral ou anual.

Reforço semestral da vacina anticovid

Pessoas com 60 anos ou mais

Gestantes e puérperas (mães que tiveram filho há até 45 dias)

Imunocomprometidos acima de cinco anos

Reforço anual da vacina anticovid

Trabalhadores da saúde

Pessoas em situação de rua

Pessoas com comorbidades com cinco anos ou mais

Pessoas com deficiência permanente com cinco anos ou mais

Indígenas, ribeirinhos, quilombolas com cinco anos ou mais

Moradores e funcionários de instituições de longa permanência

Pessoas privadas de liberdade, jovens cumprindo medida socioeducativa e funcionários do sistema de privados de liberdade

Calendário Básico Infantil

Crianças a partir dos 6 meses e menores de 5 anos devem iniciar ou completar o esquema básico que consiste em três doses da vacina anticovid.

Salas de vacina de Ponta Grossa em funcionamento

Alfredo Levandovski (Gralha Azul)
Antero de Mello (Rio Verde)
Antonio Russo (São José)
Carlos Ribeiro de Macedo (Parque do Café)
Cleon de Macedo (Vila Rubini)
Egon Roskamp (Santa Paula)
Jayme Gusman (Vila Estrela)
José Bueno (Jacarandá)
José Carlos Araújo (Cará-Cará)
João de Oliveira Bello (Guaragi)
Júlio Azevedo (Vila Vilela)
Lauro Müller (Santa Maria)
Lubomir Antonio Urban (31 de Março)
Luís Conrado Mansani (Uvaranas)
Nilton Luiz de Castro (Tarobá)
Ottoniel Pimentel (Vila Cipa)
Rômulo Pazzinato (Nova Rússia)
Roberto de Jesus Portela (Ronda)
Santo Domingo Zampier (Costa Rica)
Sharise Angélica Arruda (Recanto Verde)
Zilda Arns (Pq N. Sra. das Graças)

 

- Anúncio -

MAIS LIDAS NO JC

Aproveite para ler!

Inscrever-se
Me notifique
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja os comentários
Direitos Autorais

.