25.3 C
Ponta Grossa
sábado, março 2, 2024

Sindicato rebate Prefeitura sobre problemas nas escolas municipais de Ponta Grossa

A falta de contratação de mais servidores e casos de COVID-19 são os pontos que mais preocupam

Ponta Grossa
nuvens dispersas
22.7 ° C
22.7 °
22.7 °
62 %
1.7kmh
27 %
dom
31 °
seg
31 °
ter
20 °
qua
21 °
qui
18 °
Escrito por

Em vídeo publicado na última segunda-feira (21), o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SindServ) trouxe um alerta sobre as condições em que algumas escolas municipais têm atuado neste início de ano em Ponta Grossa. No vídeo, o SindServ destaca a falta de servidores, como professores, serventes e servidores da área da limpeza, como o principal problema presente nestas escolas no início do ano letivo.

Outro destaque apontado no vídeo é o problema da lotação das salas de aulas, em decorrência do ensino integral nas escolas. No vídeo, SindServ destaca o pedido feito antes das aulas iniciarem para o retorno parcial, a fim de possibilitar melhores condições para os alunos e servidores.

Continue lendo depois da publicidade:

Nota da prefeitura

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa enviou, na manhã de terça-feira (22), uma nota em resposta ao vídeo publicado pelo SindServ, onde ela classifica as falas como sensacionalistas e repudia as acusações feitas pelos representantes da diretoria do Sindicato.

Em nota, a prefeitura destaca que as discussões, como o retorno das aulas em tempo integral, são assuntos já superados durante o ano de 2021. Segundo a prefeitura, o retorno ocorre seguindo a legislação do local e todas as necessidades educacionais de Ponta Grossa. A prefeitura também afirma que o projeto de terceirização dos serviços de limpeza visa evitar a falta de serventes nas 153 escolas do município, e que o processo para contratação de empresas ocorreu no dia 16 de fevereiro, seguindo normalmente os trâmites exigidos pela legislação.

Assembleia com representantes da educacação

Na noite de terça-feira, o SindServ, juntamente com alguns representantes da área da educação realizaram uma assembleia com o intuito de obter mais informações sobre as situações das unidades escolares da cidade. Segundo o Sindicato, a reunião reforçou as informações transmitidas pelos servidores, além de trazer novos relatos que apontam para o agravamento da situação das unidades de ensino. Além dos problemas citados anteriormente, o SindServ destaca novas dificuldades, como a falta de pessoas para o cuidado das crianças durante os intervalos escolares e dificuldades na limpeza de salas durante o período de pandemia por falta de serventes.

Com relação a prefeitura, o Sindicato lamenta a publicação de uma nota “contendo ataques aos trabalhadores públicos”. O SindServ destaca que seu papel é refletir e divulgar as informações vindas diretamente dos servidores e das escolas, e que, ao fazer declarações classificando essas informações como infundadas e inverídicas, a prefeitura está atacando diretamente os servidores municipais.

Por fim, o Sindicato aguarda uma nova reunião com secretários da prefeitura para debater o assunto e reiterar a importância do Ensino Parcial neste momento.

- Anúncio -
Texto revisado porHeryvelton Martins

MAIS LIDAS NO JC

Aproveite para ler!

Inscrever-se
Me notifique
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja os comentários
Direitos Autorais

.