10.1 C
Ponta Grossa
segunda-feira, julho 22, 2024

De subestimados a finalistas: Athletico decide a Libertadores 2022

Athletico vence Palmeiras por 3x2 no agregado, após 1x0 em casa e 2x2 fora

Ponta Grossa
céu pouco nublado
10.1 ° C
10.1 °
10.1 °
67 %
1kmh
12 %
seg
22 °
ter
23 °
qua
24 °
qui
25 °
sex
18 °

Colunas

Escrito por

Agora, os 180 minutos acabaram. E após 17 anos, o Athletico chega à segunda final de Libertadores em sua história. A primeira, em 2005 e agora, em 2022. Um feito marcante que se torna ainda maior pelo adversário superado pelo Furacão nesta semifinal: o Palmeiras, atual Golias da América do Sul.

Imagens do jogo contra o Palmeiras | Imagem: Reprodução / Agência Brasil

Com apenas 3 minutos de partida, Gustavo Scarpa tratou de empatar o agregado e colocar a esquadra de Abel Ferreira na rota à Guayaquil, sede da final da Liberta. Gomez no segundo tempo marcou o 2×0 e até ali, parecia mais uma daquelas noites em que o Palmeiras faz valer o apelido de “Alviverde Imponente”. O Allianz era como um inferno – torcida e time unidos pelo único sentimento de anseio pela Glória Eterna. O contexto perfeito para palmeirenses, hostil para adversários. Menos para o Athletico.

Continue lendo depois da publicidade:

Após a expulsão infantil de Murilo ainda no primeiro tempo, a posse virou rubro-negra. E as substituições mudaram o cenário do jogo. Pablo saiu do banco para marcar o primeiro e dar assistência para Terans, também suplente, marcar o segundo gol do Athletico. 2×2 no placar, 3×2 para o Furacão no agregado. Paulo Turra agradece!

E como é o futebol: na Libertadores de 2021, ainda no São Paulo, Pablo perdeu uma chance claríssima de gol e foi contestado pelo lance devido à eliminação contra o Palmeiras, no Allianz. Um ano após, o camisa 5 do Furacão se tornou peça fundamental para a classificação do Athletico, contra o mesmo adversário, no mesmo estádio. 

Campanha de sucesso

Mas há outros personagens nesta campanha. Fernandinho, que após desfilar por gramados europeus e coroar sua carreira na Premier League, retorna ao Furacão para dominar o meio campo do Athletico. Esteve em 2005 e agora, em 2022. Uma lenda rubro-negra. E por trás de todo grande time, há uma grande mente. Felipão é o principal responsável por dar liga e solidez a uma equipe que há alguns anos cresce no cenário nacional e internacional, sob a direção de Mario Petraglia. 

Com muito mérito, o Athletico Paranaense está na final da Libertadores. Não cedeu à subestimação, nem sucumbiu à catimba e à pressão naturais da competição, e se pôs no topo da América do Sul pela segunda vez em sua história. Pelo Flamengo ter vantagem de 4×0 contra o Vélez, tudo indica que o Mengão avança e que o amarelo de Guayaquil será tomado por rubro-negro. Mas caso se concretize, qual será o rubro-negro a dominar a América do Sul no dia 29 de outubro?

- Anúncio -

MAIS LIDAS NO JC

Pode chamar sua atenção! leia:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Direitos Autorais

.